História

Cascatinha é um dos cinco distritos de Petrópolis, com uma vasta extensão territorial e muito populoso. O então vilarejo nasceu às margens da estrada que ligava o Rio de Janeiro à Minas Gerais (o Caminho Novo). Seu núcleo foi a antiga fazenda Itamarati, que já constava na planta original de Koeler. Em 18 de março de 1843, Dom Pedro II mandou, através de decreto, construir a cidade de Petrópolis, porém o povoado de Cascatinha já existia a mais de um século. Fundada pelo empresário cubano Bernardo Caymaria, a Companhia Petropolitana de Tecidos atraiu várias famílias de imigrantes italianos. Segundo arquivos de 1906, a fábrica tinha, cerca de 1100 operários. A construção da fábrica, foi de grande importância para o desenvolvimento social, cultural e econômico da região.

Logotipo

Um bairro extenso, cheio de história. Foi com esse pensamento que desenvolvemos essa tarefa, representando no logotipo três das principais características marcantes das região:
· A cascata, que originou o nome do bairro e era abundante fonte de suprimento para o funcionamento
da antiga Companhia Petropolitana;
· A Paróquia de Sant’Ana e São Joaquim, representada pela cruz, um dos símbolos máximos do cristianismo;
· A torre da antiga Companhia Petropolitana, que pode ser vista de diversos lugares do bairro.

A tipografia usada é simples e de fácil leitura. Suas linhas retas e sem serifa passam uma ideia de modernidade. As cores da marca são azul e areia, representando água e terra, abundantes na região.

Fotografias