História

A fazenda era propriedade de Domingos de Souza Nogueira. Estrategicamente, a região era servida pela Estrada de Ferro Leopoldina, cuja estação de Nogueira foi construída em 1909 para servir toda fazenda, além da histórica Estrada União e Indústria. A velha Maria Fumaça passava pelo local diariamente, rumo às Minas Gerais. “Os que vivenciaram aquela época contavam que ela vinha claudicante, no seu passo fora de compasso, lento, soltando fumaça nas casas que davam fundos para a antiga estrada de ferro”, destacava matéria do jornal Diário de Petrópolis na década passada.

Em 1940, o ex-deputado Milton de Souza Carvalho urbanizou a área, criou um lago artificial e o Hotel Promenade, para veranistas em visita à Petrópolis.

Com uma praça charmosa, onde se destaca a antiga estação de trem – hoje revitalizada – em meio a inúmeros arvoredos; ruas bucólicas que, em alguns casos, ainda preservam características originais, como o chão de terra batida; um grande e belo lago – que, infelizmente, ainda não recebeu a atenção devida por parte das autoridades municipais; inúmeros clubes, condomínios, restaurantes e pousadas, o bairro de Nogueira é, até hoje, um lugar muito especial.

Logotipo

Para o desenvolvimento da marca Nogueira, pensamos em um representação simples e limpa.
Como o bairro é cheio de charme, com muitas áreas verdes o logotipo puxa muito por esse lado. Claro que não deixamos de lado toda sua história, na nossa visão o símbolo da marca representa muito bem o bairro.

• Na parte central do símbolo, representamos os trilhos das locomotivas que faziam paradas na antiga estação do bairro;
• A forma básica do símbolo representa todo o desenvolvimento da região;
• Todo o conjunto interno representa a grande diversidade de belezas naturais do bairro.

A tipografia utilizada é bem leve e passa a mensagem de tranquilidade, enquanto a tagline remete diretamente os atributos do bairro.

Fotografias